Pages

Friday, 14 March 2008

Aeroportos

Pessoal, não sei se vcs já tiveram o prazer (ou desprazer) de pegar um avião em um dos aeroportos de Londres. É uma experiência que vai de antropológica a infernal. A jornada antroponal começa quando vc sai de casa. Se você pegar um mini-cab, isso já é uma experiência única por si só. O motorista vai ser de um país obscuro que vc nunca ouviu falar (tipo o Tererequistao) e que fala um inglês que vc jura que ela tah falando Tererequistes.

Chegando ao aeroporto, vc tem certeza que caiu de pára-quedas na Marques de Sapucaí em pleno carnaval e o enredo é De Volta as Raízes. Eu sempre espero ver a ala das baianas ou uma drag vestida de Carmem Miranda.

Ate aí beleza. A área de seu check-in é a W e vc chegou na B. Se vc chegar lá na W sem nenhum arranhão é porque vc foi voando. Pior é quando vc está com tendinite no pé e todos miram suas malas e carrinhos lá.

Se vc viaja com uma empresa grande tipo Aviações Britânicas, a experiência é um pouco melhor. Mas viaja em empresas da fome como a Jato Fácil (to traduzindo para não fazer merchandising, neh!). Como diz minha tia, dá vontade de botar o c_ no armador e fazer carreira. Mas como a liseira é grande, tah valendo.

Pois bem, vc vai então encontrar 534 check-in desks com destinos que vão de Praga ao Porto, passando por Varsóvia, Milão e Málaga. Depois de 40 minutos na maior fila é que vc descobre que pode pegar qualquer uma. O bom é quando vc pega uma fila com windsurfistas a sua frente, com aquelas pranchas intermináveis e todos os amigos que ele convidou para a viagem. Os tubarões de Recife não sabem o que estão perdendo.

Acabado o check-in, entra security (raio-x para alguns). Vc consegue pegar a fila menor, já está com seu sapato na mão, laptop fora da bolsa e entre as pernas, casaco na ponta dos dedos e saquinho transparente com o desodorante empindurado nos dentes. Tudo pra facilitar. Aparece então das profudenzas do solo, duas senhoras em cadeiras de roda, usando chapéus róseos imensos, maquiagem a lá néon e empurradas por inglesas tão delicadas quanto dois hipopótamos. É strike na certa.

Bom, passa security e vc então tenta ver nos monitores onde é o seu portão de embarque. Começa a ler os destinos: Galgary, Guernsey, Tallinn, Vilnius, Riga, Billund. Já iniciaram viagens interplanetárias?

Finalmente vc ver seu destino e descobre que seu vôo está atrasado (gente, vcs não imaginam como é horrível morar em um país que tem atrasos nos vôos o tempo inteiro). O pior de tudo, e isso deixa vc irado, é o fato de não ter leite desnatado no coffee shop. Feliz é a mulherada que passa o tempo lixando as unhas.

Vc resolve então dar uma volta para esticar as pernas. Para alguns, os baldes espalhados pelo chão do aeroporto é uma instalação de arte moderna. Mal sabem, que é goteira mesmo. Gente, fiquem chocados não. O JFK de Nova York tem tanta goteira que vc pensa que o teto é uma tabua de pirulitos. Por isso, se vcs se depararem com goteiras e baldes no Pinto Martins, Galeão ou Cumbica, relaxem. É uma tendência internacional e ultima moda em Londres e NY.

Com tudo isso, vc tem que ser otimista, positivo e bem humorado, quase Poliana. Ainda bem que meu vôo não faz escala no Iraque.

Que saudades do Pinto Martins!!

Abracao,

Nelson

Ps: Para quem não sabe, o Pinto Martins é o aeroporto de Fortaleza. Carinhosamente chamado pelos mais íntimos de Pinto Novo já que construíram um novo terminal.

4 comments:

Ana Paula Cardoso said...

Ainda bem que você não escolheu ser jornalista..seria uma concorrência desleal! Que delícia de texto. Para quem passou mais de 5 vezes em Heatrhrow em 20 dias, dei boas gargalhadas lembrando de tudo que passei....bjs!

maria odila said...

Nelson, esquece todos esses aeroportos de Londres, ja gostei do pinto antes mesmo de conhecer. Viva o Pinto!! (novo ou velho) Beijao, tathi

Raquel said...

Caramba, o Pinto tá com tudo, então? E eu que não gostava do Pinto (não desse). A minha última foi passar 4 horas de atraso no GRU e chegar no Pinto uma fera. Sorte que pelo menos no Pinto o meu pinto estava me esperando... Saudades de ti, menino. Deixa de ser vigarista e me manda um e-mailzinho só.
bj bj bj bj bj bj

Elzinha said...

Nelsinho, Amei seu blog, vc tá sensacional. Que saudades!! Vou sempre ler suas aventuras. Amei tb o Pinto...
Bjões
Elzinha